Mais vale tarde que nunca.

Andamos em correrias e prazos apertados, por isso já não escrevíamos há muito tempo. E ainda nem pusemos as fotografias de quando passei por Bolama, antiga capital da Guiné-Bissau, hoje cidade nostálgica, em que Amália com certeza arrancaria um fado espontâneo a qualquer esquina.

Agora a preocupação é cumprir prazos, fechar o ano, preparar a abertura do próximo e ver se a malta não resolver "festejar" as eleições com "fogo-de-artifício". Sente-se novamente a tensão no ar, mas ninguém espera confusões antes da 2ª volta, quase garantida, que deve ser a 2 de Agosto. O ideal era que não houvesse confusão de todo, mas esse é o cenário menos provável. Ai, Guiné, Guiné, diz a música. Sabemos que amanhã haverá uma marcha pela paz na GB aí em Lisboa, estaremos em espírito.

Muita gente tem perguntado e por isso confirmamos ter data de regresso a 30 de Julho. Nenhum de nós tem número em Portugal, mas depois tratamos disso. Ficamos em PT até início de Outubro, sendo que só estamos de férias na última quinzena de Agosto.

Eu vou estar em Dakar a trabalho de 30 de Junho a 5 de Julho, depois conto as diferenças.

2 comentários:

Ana e Simão disse...

...vens pra cá 2 meses e só tens 15 de férias??... alguém na FEC não vai gostar de me conhecer...

bjn i*

Ana e Simão disse...

Este ano ainda teremos férias no Natal e o que não tirarmos acumulamos para o ano que vem. Chill